Homem recebe ‘passe livre’ da namorada e transa com 300 mulheres

David Guerrero aproveitou ao máximo a oportunidade de dormir com outras mulheres quando sua namorada, Laura Noah, 29, cedeu ao seu pedido para acabar com a monogamia do relacionamento. O londrino de 30 anos chegou a dormir com 300 mulheres após receber o “passe livre”.

Em entrevista ao The Sun, David contou ter dado um ultimato à namorada, com quem estava há seis anos, por sentir a necessidade de dormir com outras mulheres. “Decidi ser honesto e dizer como me sentia… Foi horrível, mas senti como se tivesse tirado um peso enorme dos ombros. Estava entediado. Precisava de alguém para acender meu fogo”, disse ele ao jornal. 

O casal, contou, havia experimentado sexo à três, mas a experiência não foi o suficiente para o rapaz. Nos últimos quatro anos, quando o relacionamento deixou de ser monogâmico, ele fez sexo com 300 mulheres, divididas em encontros três vezes por semana.

Laura, a namorada, ficou assustada com a situação no início, mas se acostumou com a nova forma de se relacionar. Agora, disse ser uma “mulher moderna” por também poder estar com outros homens. O acordo entre eles é não se apaixonar por um terceiro.

A pesquisadora Jessica Wood, da Universidade de Guelph, é uma das autoras de um estudo que descobriu que as pessoas em relacionamentos abertos são tão felizes quanto as monogâmicas. “Encontramos pessoas em relacionamentos consensuais e não monogâmicos que experimentam os mesmos níveis de satisfação de relacionamento, bem-estar psicológico e satisfação sexual que os relacionamentos monogâmicos. Isso desfaz a visão social da monogamia como sendo a estrutura ideal de relacionamento”, disse ao jornal.

Até 7% das pessoas que vivem nos EUA, ainda de acordo com a publicação, estão em relacionamentos abertos, e até 48% no Reino Unido estão interessados em ser polígamos, informou o Daily Mail.

Por MARIE CLAIRE